Fechar



Registe-se na nossa newsletter







Atelier luso desenha futura capital da Guiné Equatorial

Sábado, 05 de Novembro de 2011
Atelier luso desenha futura capital da Guiné Equatorial
© IDF - Ideias do Futuro [Clique no link abaixo para ver mais imagens do projeto]
Esta notícia tem conteúdo multimédia, clique aqui para visualizar
O atelier português Arquitetura e Urbanismo IDF - Ideias do Futuro desenvolveu o traçado da futura capital da Guiné Equatorial, baptizada Djibloho. Esta cidade será totalmente planeada de raiz, respondendo ao desejo do Presidente Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, avança a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

(AICEP).

Esta nova capital, que se vai formar numa área de 8.150 hectares, será um novo pólo de atração da população, prevendo-se que cerca de 160 mil habitantes possam viver nesta nova cidade.

O projeto do atelier português tem como base a sustentabilidade. De acordo com a AICEP, este projeto pretende criar a primeira capital mundial inteiramente dependente de energias renováveis e sustentáveis.





FERRAMENTAS
Imprimir
RELACIONADO
NEGóCIOS
COMENTÁRIOS
comments powered by Disqus
Termos de serviço
MULTIMÉDIA
  • Cinema: Canadá premeia curta-metragem portuguesa
  • CNN diz que cestos do Funchal são transporte 'cool'
  • 'Rapper' português dá música a estações ferroviárias
  • Modelo luso participa em videoclip de Paulina Rubio
  • NASA: Novos vídeos mostram o Sol como nunca o viu
  • Vídeo: cão salva dono de assalto em bomba de gasolina
  • ChoveChuva: Já é possível filtrar a água da chuva
  • Músico luso-canadiano partilha palco com Rihanna
  • França: Português é rosto de perfume da Lanvin
  • Vídeo: NASA mostra ao mundo o lado oculto da Lua
  • 5 dicas para ressonar menos
  • Vídeo: Lisboa brilha vista do espaço
  • Vídeo: Cadela de rua 'agradece' à pessoa que a salvou
  • Mobiliário luso em destaque nas '50 Sombras de Grey'
  • Avião hipersónico é 5 vezes mais rápido que o som
DESTAQUES


PÁGINAS AZUIS
The Agency.pt ®. Todos os direitos reservados 2011 - 2015.
O BoasNoticias.pt demorou 0.250 segundos a carregar